16 de dez de 2008

HQs sobre o Menino Caranguejo

Trabalhos desenvolvidos na disciplina de Português sobre o personagem Menino Caranguejo. O encerramento do projeto colaborativo Joinville, nossa cidade teve como culminância a visita do criador do site na escola que desenvolveu uma oficina da HQs com os alunos das 5ªs séries.


9 de dez de 2008

Jornal do CAIC

Saiu a segunda edição semestral do jornal do CAIC com tiragem de 1500 exemplares.. Clique sobre a imagem para ler o jornal em PDF.

27 de nov de 2008

Projeto Mangue

Os alunos das 5ªs séries criaram cartazes e frases de conscientização sobre a preservação do mangue usando o aplicativo Kolour Paint. Este trabalho foi orientado pela professora Mariza, na disciplina de Português.


5 de nov de 2008

Imigração alemã e italiana no Brasil

A imigração alemã no Brasil foi o movimento migratório ocorrido nos séculos XIX e XX de alemães para várias regiões do Brasil. As causas deste processo podem ser encontradas nos freqüentes problemas sociais que ocorriam na Europa e a fartura de terras no Brasil. Atualmente, estima-se que dezoito milhões ou 10% dos brasileiros têm ao menos um antepassado alemão.
Os alemães, atrás apenas dos italianos, formam a principal etnia no Sul do Brasil.
Na disciplina de História, os alunos das sétimas séries, pesquisaram a arquitetura alemã e italiana representando as casas dos imigrantes através de maquetes. O resultado da pesquisa envolveu também a elaboração de um jornal histórico narrando os principais fatos, bem como as causas e contribuições da imigração alemã e italiana no Brasil.



14 de set de 2008

Depoimento - Projeto Leitura

Estou muito feliz com a aprendizagem da minha filha Heloisa, que estuda na sala de 6 anos com a professora Maria na escola CAIC.Professor Mariano Costa. E encantada com o projeto de leitura que a escola está proporcionando os alunos.
Foi surpreendente quando minha filha foi sorteada para trazer a bolsa com o livro e alguns fantoches (personagens ) que fazem parte da história para casa, pois eu também estava muito anciosa para que isso acontecesse. Ela veio feliz para casa mostrando tudo, a bolsa, o livro "Qual a cor do amor ", os fantoches, o caderno para os pais escreverem seu depoimento sobre o projeto.
Fiquei mais emocionada ainda quando cheguei em casa depois de um dia de trabalho e encontrei toda a minha família reunida, um lendo o livro, outro mostrando os personagens de acordo com o que era lido, e minha filha Nicole ajudando a Heloisa fazer a leitura, que por sinal ela está naquela fase linda de descoberta da leitura.
Esse projeto veio no momento certo, pois a partir desse livro, que ela começou a procurar outras leituras. Reunir a família toda, nos tempos de hoje, é um momento mágico, só mesmo um projeto maravilhoso como esse!




PARABÉNS A TODOS e MUITO OBRIGADO PELO QUE É FEITO PELOS ALUNOS COM CARINHO E RESPEITO.


Maristela Aparecida Petters

14 de jul de 2008

Visita à Bacia Sambaqui Cubatão I

As turmas de sétima série fizeram fizeram um passeio de estudo ao projeto ESCAVAÇÃO DO SAMBAQUI CUBATÃO I, desenvolvido pelo MASJ (Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville). No local conheceram detalhes do projeto que está abordando a paleodemografia, paleopatologia e a bioarqueologia da região.







Francês participa do estudo de sambaquis

Os trabalhos no sambaqui Cubatão 1, em Cubatão Grande, Joinville, contam, até domingo, com o reforço do pesquisador francês Jean Pierre Appel. Ele tem vindo ao País desde o ano passado, por meio de parceria entre o Museu de Sambaqui de Joinville, o Instituto Fiocruz e a Universidade de São Paulo (USP), que conduzem estudos de bioarqueologia e paliodemografia na região.A bioarqueologia estuda o esqueleto humano e suas doenças. A paleodemografia ocupa-se da avaliações precisas do tamanho, da densidade e da estrutura das populações. Os dados são essenciais para interpretar as relações população-ambiente e compreender os processos culturais e biológicos pré-históricos.
Em 13 de julho, termina mais uma etapa de escavação, que durou 30 dias e resultou na identificação de quatro ossadas: três de crianças e uma de adulto. O número de esqueletos encontrados chega a 17.
"Queremos reunir pelo menos cem", diz a diretora do museu, Dione Bandeira.Após coletados e identificados, um grupo de cerca de 20 pesquisadores estudará os ossos. Os trabalhos fazem parte da segunda fase das pesquisas arqueológicas na região. O objetivo é verificar como foi a ocupação e os processos de construção do sítio na bacia do canal do Palmital. A proposta é estudar que tipo de atividade existia nos sambaquis.

Festa Julina

No dia 11 de julho, aconteceu em nossa escola a tradicional Festa Julina. Com muitas brincadeiras, danças, comidas típicas e animação a festa foi um sucesso.

Confira as fotos.




Apresentação do coral:

video

3 de jul de 2008

PROJETO “Ler, Brincar e Aprender”

No cotidiano da sala de aula, os professores buscam formas de tornar o ensino mais eficaz e estimulante. Uma das alternativas é aliar o prazer e o divertimento à aprendizagem.
O contato com a leitura e a escrita como práticas sociais, revestidas de significados, nos quais se busca a interação com o outro, são oportunidades que a escola deve oferecer para desenvolver as competências comunicativas dos alunos,suas habilidades de tecer comentários pertinentes às leituras as quais tiveram acesso, os conhecimentos que adquiriram a partir destas leituras e o conhecimento de mundo por meio da participação na cultura escrita.


OBJETIVO GERAL:

Proporcionar às famílias e as crianças, o contato com a literatura infantil, através das sacolas literárias, de maneira lúdica e prazerosa.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Realizar leitura de histórias infantis com a família.
Desenvolver a criatividade.
Oportunizar brincadeiras a partir dos fantoches e brinquedos contidos nas sacolas literárias.
Integrar família e escola, através dos registros no caderno.


DESENVOLVIMENTO:

O projeto será desenvolvido com as turmas do 1º ao 5º ano. O professor apresenta a sacola para os alunos. Por meio de sorteio, cada dia um aluno leva a sacola para casa, devendo retornar no dia seguinte.
Dentro da sacola, além de um livro de literatura, irão personagens que fazem parte da história e um caderno. Nele, os pais deverão registrar as experiências que tiveram em ler e brincar com seu filho.
Quando todos os alunos da sala já tiverem vivenciado a experiência, a professora fará um trabalho, envolvendo o livro.
A bolsa é passada para outra turma, oportunizando a todos a experiência de “Ler, Brincar e Aprender”.




26 de jun de 2008

Jornal do CAIC


Saiu a primeira edição semestral do Jornal do CAIC. O jornal é elaborado por uma equipe de alunos de sétima e oitava série, sob a orientação das professoras Rosiméri Dias, Fabrícia Ricobom e Mari Cipriano. A supervisão é do jornalista Cleiton Bernardes.

Confira abaixo alguns destaques desta edição:




Você sabe o que é Bullying?

Termo de origem inglesa, que representa atos de violência física ou psicológica, praticados por uma pessoa ou por um grupo de pessoas. Ocorre em lugares onde há crianças e jovens, principalmente nas escolas.

Natanael da Silva - 7ª D


Os agressores humilham, perseguem e atormentam as vítimas, que podem apresentar alguns sintomas: isolamento, dores físicas, depressão, uso de drogas, agressividade, levando, às vezes, ao abandono da escola.
A família é muito importante e deve ser parceira da escola. Muitos pais estão preocupados com que os filhos não sejam vítimas do bullying, mas não se preocupam em educar as crianças e jovens para que eles não sejam os agressores. Precisamos ensiná-los a solucionar os conflitos de forma polida e pacífica.

“O tema foi trabalhado, inicialmente, na sala informatizada. Durante as aulas, observamos que alguns alunos se tornam inibidos, pois há intolerância dos colegas, que ironizam os erros cometidos, bloqueando a aprendizagem. Procuramos conscientizá-los para que a convivência seja mais humana. O assunto complementa o Projeto “O CARÁTER CONTA”, que aborda os valores.”, diz a professora de Língua Portuguesa, Fabrícia Ricobom.




Alunos aprendem a resolver conflitos



“O ser humano tem que ser tratado com muito respeito, não pratique o BULLYING, porque o ambiente será melhor”, comentam os alunos da 6ª série “C”: Amanda, Débora e Jackeline.

Saiba mais sobre o assunto! Acesse o Blog http://palavraaberta.blogspot.com e confira os trabalhos dos alunos.



Aqui , o caráter conta

Projeto leva à reflexão de valores

Alessandra Thaís Alexi - 8ª C




Oficinas e palestras fizeram parte das atividades


O Caráter Conta é um projeto implantado na Rede Municipal de Ensino, buscando desenvolver os valores éticos e fortalecer o caráter das pessoas envolvidas, através de diversas atividades.
Na escola, iniciamos o programa neste ano. Apóia-se em seis pilares, representados por cores, que estão sendo trabalhados mensalmente. São eles: zelo (vermelho) respeito (amarelo), responsabilidade (verde), sinceridade (azul), justiça (laranja) e cidadania (roxo).

Para viver em harmonia, cada um deve fazer a sua parte. Pessoas éticas e responsáveis assumem seus compromissos.
Os alunos interagem desenvolvendo atividades que enfatizam estes valores, facilitando a vida em sociedade.

Uma das atividades está sendo desenvolvida durante as aulas de Inglês. A
professora Rosi apresentou, na sala informatizada, um clip da música “Sorry blame it to me”, do cantor Akon, que relata experiências vividas e as conseqüências da falta de responsabilidade. Em seguida, os alunos publicaram os comentários sobre o assunto, no blog da escola.

“A falta de responsabilidade pode prejudicar nosso futuro. Queremos prosperar, mas a irresponsabilidade pode destruir nossos sonhos. Uma gravidez precoce, o uso de drogas e o vandalismo afastam as pessoas de seus objetivos”, comentam as alunas Jéssica e Laíssa, da 8ª série “C”.

Para a professora de Educação Física, Viviane, “trabalhar os temas referentes ao Caráter Conta é importante, pois as atividades vivenciadas em jogos e brincadeiras simulam situações da própria vida do aluno dentro e fora da escola. São estimulados a terem atitudes mais positivas, ajudando na formação do caráter”.



Alunos visitam Parque

Fabrícia Ricobom - professora



Comemorando a Semana do Meio Ambiente, alunos são convidados a participar de atividades educativas, no Parque Caieira. As sextas séries dialogaram com o autor da HQ e do site O menino caranguejo, Chicolam, que retrata a história de Joinville e a importância das reservas ecológicas existentes na cidade.
Já as terceiras séries realizaram uma visita monitorada no parque, conhecendo a diversidade de espécies que há no local e, agora, cada turma adotará uma árvore que será plantada dentro da reserva.


Agenda de atividades do CAIC




5 de jun de 2008

Projeto Ipê Amarelo

Mais uma ação do projeto Ipê Amarelo foi realizada no dia 30 de maio.
Um grupo de alunos acompanhados da equipe do NEAM, FUNDAÇÃO 25 DE JULHO (VIVEIRO SOS NASCENTE) e FUNDEMA/GEMAPE fez a poda e a adubação dos 90 pés de ipê amarelo que foram plantados pela escola, ao longo da avenida Alvino Hansen, no ano de 2005.






clique sobre as fotos para ampliar.




Desenhando no Kolour Paint

Os alunos das 1ªs séries D e G fizeram lindos desenhos sobre o meio ambiente utilizando o aplicativo Kolour Paint.

Parabéns, professora Maria de Fátima e alunos!

É sempre muito bom receber sua visita!
Volte sempre!



28 de mai de 2008

Brasil Colonial

Exposição de maquetes

Trabalho dos alunos das sextas séries

Disciplina: História

Professora: Mari Cristofolini








A base da economia colonial era o engenho de açúcar. O senhor de engenho era um fazendeiro proprietário da unidade de produção de açúcar. Utilizava a mão-de-obra africana escrava e tinha como objetivo principal a venda do açúcar para o mercado europeu. Além do açúcar destacou-se também a produção de tabaco e algodão.
A sociedade no período do açúcar era marcada pela grande diferenciação social. No topo da sociedade, com poderes políticos e econômicos, estavam os senhores de engenho. Abaixo, aparecia uma camada média formada por pessoas livres (feitores, capatazes, padres, militares, comerciantes e artesãos) e funcionários públicos. E na base da sociedade estavam os escravos, de origem africana, tratados como simples mercadorias e responsáveis por quase todo trabalho desenvolvido na colônia.
A casa-grande era a residência da família do senhor de engenho. Nela moravam, além da família, alguns agregados. O conforto da casa-grande contrastava com a miséria e péssimas condições de higiene das senzalas (habitações dos escravos).


fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Brasil_Col%C3%B4nia



11 de mai de 2008

Sorry, blame it on me - Akon

Projeto "O Caráter Conta"

Tema: Responsabilidade

Disciplina: Inglês

Séries: 7ª e 8ª



Responsabilidade

Cor: verde
(crescimento como árvore)
Para viver em harmonia, todos devemos fazer a nossa parte, pessoas éticas e responsáveis assumem seus compromissos, agem conforme o que é certo.








Responda utilizando o sistema de comentários:

O QUE A FALTA DE RESPONSABILIDADE PODE TRAZER DE PROBLEMAS PARA A MINHA VIDA???

30 de abr de 2008

Plugados na era digital

Interatividade. Estudantes de escolas municipais vivem conectados no mundo virtual.

Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!


Um pouco do trabalho desenvolvido na Sala Informatizada pode ser conhecido através desta matéria do jornal Notícias do Dia que esteve em nossa escola no dia 25/04.

Leia a matéria completa aqui

13 de abr de 2008

Aula de inglês

Cores - 3ª série


1 - Listen and repeat

Inglês - atividade nº 853


2 - Drag and drop



3 - What´s your favorite color?

Exercícios para 5ª série

exercício 01 - colors

exercício 02 - colors

exercício 03 - numbers

exercício 04 - numbers

exercício 05 - family

3 de mar de 2008

Literatura em sala de aula


Durante 15 dias a 7ª série D da escola Municipal Prof. CAIC Mariano Costa, leu e trabalhou com o livro FRITZ - um sapo nas terras dos príncipes de Jura Arruda. No dia 26 e fevereiro os alunos entrevistaram o escritor que esteve na escola.

Jura Arruda nasceu em São Paulo no dia 10 de fevereiro de 1971, mudou-se para Joinville em 1984 e adotou Joinville que é, constantemente, cenário para as suas obras, sejam elas de literatura, de dramaturgia ou roteiros para videos e cinema.


Leia a entrevista no blog da Prof.Mariza Schiochet


Jura Arruda respondendo as perguntas propostas pela sala



Jura autografando os livros

13 de fev de 2008

Iniciando 2008 com o programa "O Caráter Conta"

Nos dias 07 e 08 de fevereiro, os professores estiveram reunidos para conhecer e planejar ações para a implementação do programa "O Caráter Conta".

O Programa tem como objetivo desenvolver os valores éticos e fortalecer o caráter dos educandos, através de atividades educativas sistemáticas, permanentes e abrangentes que promovam o convívio mais harmônico e ético entre as pessoas.

O programa baseia-se em 6 pilares que representam os seguintes valores fundamentais representados por diferentes cores:

Zelo

Cor: vermelho (lembra coração, afeto e cuidado)
Ser gentil, compassivo e demonstrar preocupação.
Expressar gratidão e ajudar as pessoas em necessidade.



Respeito

Cor: amarelo (regra de ouro)
Pessoas respeitosas dão aos outros as informações de que necessitam, aceitam as diferenças, não magoam os outros, respeitam os direitos dos outros.



Responsabilidade

Cor: verde
(crescimento como árvore)
Para viver em harmonia, todos devemos fazer a nossa parte, pessoas éticas e responsáveis assumem seus compromissos, agem conforme o que é certo.


Sinceridade

Cor: azul (confiança)
Ser honesto, confiável. Fazer o que disse que iria fazer.
Não enganar, nem fraudar ou roubar.
Ter coragem para fazer o que é certo.


Justiça

Cor: laranja (lembra a divisão de partes iguais de uma laranja)
Agir de acordo com as regras.
Não tirar vantagem sobre os outros.
Aguardar a vez e compartilhar.


Cidadania

Cor: Roxo (representa a cor do poder)
Cooperar,fazer sua parte para melhorar a escola e a comunidade.
Manter-se informado, votar.
Participação, envolvimento e contribuição.


Além do planejamento, os professores também vivenciaram várias técnicas que serão aplicadas com os alunos no decorrer do ano letivo.

Em Joinville, o Programa-Piloto foi implantado em 2004, envolvendo 10 Escolas Municipais.
A partir de 2004, foi constituída uma equipe responsável pela multiplicação do Programa nas demais unidades escolares.